quinta-feira, 20 de julho de 2017

*Sensações* - Prosa Poetica



Os teus sentidos tem uma forma enigmática,
Quando da minha pele se aproximam.

É uma candura de movimentos,
Desenhados em espirais coloridas,
Que ficam sempre retidas em minha alma...

Teus sons, por vezes descompassados,
Vibram em harmonia dentro da minha mente.

As adagas, que insistem em ferir o teu peito,
Abrem chagas, doloridas.
E o tempo, que escorre teimoso,
Continua mantendo-te forte, inalterado,
Vivo e presente,
Na medida exata do amor que abrigo.

Aqui por dentro...

A doçura com que pronuncias o meu nome,
Quando os teus dedos deslizam em meus cabelos soltos,
Desprendidos,
Imprime nos meus sentidos,
Um querer distanciado,
Que se faz presente a cada palavra tua.


E a minha lágrima brilha...


Brilha, 
Traduzindo esta saudade,
Derramando no dorso dos meus ombros,
Uma timidez,
Uma promessa inspiradora,
De poder voar ao teu encontro.

Mesmo que as minhas letras não consigam traduzir,
Mesmo que a tua voz não se expresse neste enorme bem querer,
A existência te faz sempre meu.

A cada lua que nasce,
Na órbita dos teus olhos...

A cada sol que brilha,
No meu alvorecer...

Angela Lazzari




Nenhum comentário:

Postar um comentário